Espalhe por ai:


O Caeté precisou de cerca de três minutos para virar a partida e sacramentar a vitória sobre o São Francisco, pela partida de ida das quartas de final da segunda divisão do Campeonato Paraense.

 

No estádio Diogão, nesta quarta-feira (2), até que o Leão santareno saiu na frente, e logo aos 2 minutos do primeiro tempo. Em bela jogada do trio de ataque azulino, Yan avançou pela direita, cruzou na área, Luíde brigou por ela com a zaga do Caeté e a bola sobrou limpa para Dé, que acertou belo chute e abriu o placar.

 

A etapa inicial terminou com a vantagem para os visitantes, mas a partida começou a mudar de panorama na volta do intervalo, quando logo aos 2 minutos, o zagueiro Carlinhos Rocha levou o segundo cartão amarelo e foi expulso, após falta no atacante Betinho.

 

A partir daí, o time do Caeté começou a ter o domínio de jogo e explorou bem a vantagem numérica, apostando em jogadas de velocidade. Não demorou muito para esse domínio se transformar em bola na rede.

 

Aos 14 do segundo tempo, o atacante Betinho sofreu pênalti. O meia-atacante Samuel deslocou o goleiro Gustavo e deixou tudo igual.

 

Três minutos depois, aos 17, em bela troca de passes, Carlos Andrey achou Samuel na área. O camisa 5 girou bonito e chutou sem chances para o goleiro, dando números finais à partida.

 

Com o resultado, o Caeté abriu vantagem na disputa pela vaga nas semifinais da Segundinha. O Índio Guerreiro pode até empatar no jogo de volta, que será disputado na próxima segunda-feira (7), às 9h30, ainda sem local definido.

 

Fonte: Ge Pa

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/whatsapp-image-2020-11-11-at-17.40.10.jpeghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/whatsapp-image-2020-11-11-at-17.40.10-150x150.jpegda redaçãoEsportesO Caeté precisou de cerca de três minutos para virar a partida e sacramentar a vitória sobre o São Francisco, pela partida de ida das quartas de final da segunda divisão do Campeonato Paraense.   No estádio Diogão, nesta quarta-feira (2), até que o Leão santareno saiu na frente, e logo...