Espalhe por ai:

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou a apoiadores em Brasília, na segunda-feira (28), que é dever dos laboratórios vender vacina contra a covid-19 para o Brasil e que nenhum deles apresentou ainda um pedido para liberação do imunizante.

“O Brasil tem 210 milhões de habitantes, um mercado consumidor de qualquer coisa enorme. Os laboratórios não tinham que estar interessados em vender para gente? Por que eles, então, não apresentam documentação na Anvisa? Pessoal diz que eu tenho que ir atrás. Não, não. Quem quer vender tem que ir atrás, se eu sou vendedor, eu quero apresentar”, afirmou o presidente.

Depois, Bolsonaro voltou a falar do tema: “Botei hoje nas mídias sociais que eu falei que não estava preocupado com pressão. Falei mesmo porque nós temos que ter responsabilidade, certas coisas não podem ser correndo, você está mexendo com a vida do próximo”.

Em resposta às declarações, a Pfizer informou, em nota, que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pediu uma série de “análises específicas” para liberação emergencial da vacina da covid-19 no Brasil e que, por enquanto, seguirá com o pedido por outro formato, o de submissão contínua: quando a companhia envia documentos aos poucos, enquanto faz estudos e levanta dados.

De acordo com a farmacêutica, a nota também é uma demonstração de que a empresa “quer, sim, vender para o Brasil, mas que o processo aqui exige mais tempo”. Um exemplo dessa demora do procedimento, segundo a Pfizer, é a exigência dessas informações exclusivas sobre o Brasil, enquanto em outros países os dados são analisados em totalidade, sem exigir novos recortes.

Já a Anvisa disse que está à disposição dos laboratórios para discutir os requisitos para liberação das vacinas seguras e eficazes para toda a população. A diretoria da agência chamou a Pfizer para uma nova reunião na próxima quarta-feira (30).

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/Vacina-coronavirus1.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/Vacina-coronavirus1-150x150.jpgDa redaçãoBrasilO presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou a apoiadores em Brasília, na segunda-feira (28), que é dever dos laboratórios vender vacina contra a covid-19 para o Brasil e que nenhum deles apresentou ainda um pedido para liberação do imunizante. 'O Brasil tem 210 milhões de habitantes, um mercado consumidor de...