Espalhe por ai:

O Brasil registrou o segundo caso de H1N2, subtipo incomum do vírus Influenza (H1N1). A confirmação veio do Paraná, mesmo local do primeiro caso. Trata-se de uma criança de quatro anos que mora na zona rural de Rebouças.

A criança está sendo tratada e monitorada em sua residência e, de acordo com a Secretaria de Saúde estadual, está bem. Em abril deste ano, uma mulher de 22 anos foi a primeira confirmada com o vírus.

Os pais da menina a levaram ao hospital quando ela apresentava 39ºC de febre, coriza, dor de cabeça e muita dificuldade para respirar. O Laboratório Central do Paraná (Lacen) confirmou se tratar da Influenza A. A amostra foi enviada para um laboratório da Fiocruz, no Rio de Janeiro, que fez o sequenciamento do vírus e determinou o subtipo.

Com isso, de acordo com a Sesa, o Ministério da Saúde é obrigado a comunicar o caso à Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

“É uma medida fundamental, pois temos que trabalhar com todos os cenários epidemiológicos e, inclusive, com a possível emergência do vírus no hospedeiro humano. Espera-se que isso não aconteça e que o ciclo seja encerrado neste único contaminado”, explica a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde do Paraná, Acácia Nasr

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/va1.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/va1-150x150.jpgDa redaçãoBrasilO Brasil registrou o segundo caso de H1N2, subtipo incomum do vírus Influenza (H1N1). A confirmação veio do Paraná, mesmo local do primeiro caso. Trata-se de uma criança de quatro anos que mora na zona rural de Rebouças. A criança está sendo tratada e monitorada em sua residência e, de...