Espalhe por ai:

Profissionais que têm interesse em vagas temporárias podem se inscrever no processo seletivo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que dispõe de 6.500 oportunidades para trabalhar nas pesquisas que constam no calendário de divulgação mensal do órgão. Os contratos terão duração de até um ano, podendo ser prorrogados, desde que o prazo total não ultrapasse três anos, de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária.

Das quatro áreas abertas, a maior parte das vagas vai para o cargo de agente de pesquisas e mapeamento, com 5.623 chances em 520 municípios do país. No Norte, são 740 vagas, sendo que a maior parte é no Pará (187) e elas ficam distribuídas da seguinte forma: Belém (81), Ananindeua (20), Marabá (13), Santarém (13), Castanhal (11), Capanema (6), Abaetetuba (5), Altamira (5), Redenção (5), Tucuruí (5), Paragominas (4), Bragança (3), Breves (3), Óbidos (3), Almeirim (2), Cametá (2), Ourilândia do Norte (2), Soure (2) e Xinguara (2). Depois do Pará, a ordem por número de vagas é o Estado do Amazonas (158), Tocantins (99), Acre (96), Rondônia (83), Roraima (64) e Amapá (53). Em outras regiões, há oportunidades no Sudeste (1.723), Nordeste (1.655), Sul (901) e Centro-Oeste (594).

O salário é de R$ 1.387,50 e o candidato deve ter nível médio de escolaridade. Entre as atribuições estão a visitação a domicílios e estabelecimentos, em locais selecionados de acordo com o tema a ser pesquisado, para a coleta de dados visando à realização de pesquisas de natureza estatística. Ele irá agendar e realizar entrevistas presenciais ou por telefone, registrando os dados em questionários, além de dar suporte à atualização dos levantamentos geográficos que estruturam a execução das pesquisas, entre outras atividades. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais, com oito horas diárias.

Supervisor de coleta

A segunda oportunidade disponível é para o cargo de supervisor de coleta e qualidade, com 552 vagas em 326 cidades e salário de R$ 3.100. O candidato deve ter nível médio de escolaridade. Entre as atribuições estão a organização, o planejamento e execução de atividades previstas para as pesquisas e levantamentos, além do gerenciamento, acompanhamento e controle dos trabalhos desenvolvidos nas agências de coleta, bem como participar de treinamentos, e/ou ministrá-los, que tenham por objetivo a capacitação para o desenvolvimento das pesquisas estatísticas. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais, com oito horas diárias.

Quanto à destinação das vagas, o Norte fica com 82, sendo 19 no Pará, nos municípios de Belém (6), Ananindeua (2), Abaetetuba (1), Almeirim (1), Breves (1), Capanema (1), Castanhal (1), Marabá (1), Ourilândia do Norte (1), Santarém (1), Soure (1), Tucuruí (1) e Xinguara (1). Ainda no Norte, há 17 oportunidades no Estado do Amazonas, 11 no Tocantins, 11 no Acre, 9 em Rondônia, 8 em Roraima e 7 no Amapá. O Nordeste ficou com 167, o Sudeste com 156, Sul com 87 e o Centro-Oeste com 60.

Provas em maio

Nos dois processos seletivos, as provas serão realizadas no dia 2 de maio, em todas as cidades que tem vagas abertas. As inscrições podem ser feitas até o dia 26 deste mês, pelo site, sendo que a taxa de inscrição varia entre R$ 30,27 e R$ 33,98. Protocolos sanitários de prevenção contra a covid-19 serão divulgados detalhadamente em edital específico sobre os locais de prova – haverá uso obrigatório de máscaras, distanciamento seguro entre candidatos, disponibilização de álcool em gel em todos os locais de prova, entre outras medidas para evitar aglomerações e respeito às legislações locais. O candidato que descumprir as medidas de proteção será eliminado do processo seletivo.

Já as outras 325 vagas restantes são para atuação apenas na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Há 300 chances para agente de pesquisas por telefone, com salário de R$ 1.345 e exigência de nível médio mais um ano de experiência comprovada em teleatendimento ou telemarketing ativo ou receptivo nos últimos cinco anos; e 25 vagas para supervisor de pesquisas, com remuneração de R$ 5.100 e exigência de ensino superior completo. No caso destas seleções, as inscrições seguem até 31 de março, com taxas que variam entre R$ 21,14 e R$ 40. No caso de agentes de pesquisas por telefone, o site também é www.cebraspe.org,br, enquanto os candidatos a supervisor de pesquisa se inscrevem pelo site www.ibfc.org.br.  As provas objetivas serão aplicadas no dia 9 de maio, no Rio de Janeiro.

Serviço

Processo seletivo do IBGE:

– Agente de pesquisas e mapeamento

Inscrições: até 26/03, pelo site

Taxa: R$ 33,98

Salário: R$ 1.387,50

Vagas: 5.623 no Brasil; 187 no Pará

– Supervisor de coleta e qualidade

Inscrições: até 26/03, pelo site

Taxa: R$ 30,27

Salário: R$ 3.100

Vagas: 552 no Brasil; 19 no Pará

– Agente de pesquisas por telefone

Inscrições: até 31/03, pelo site

Taxa: R$ 21,14

Salário: R$ 1.345

Vagas: 300 vagas no Rio de Janeiro

– Supervisor de pesquisas

Inscrições: até 31/03, pelo site

Taxa: R$ 40

Salário: R$ 5.100

Vagas: 25 no Rio de Janeiro

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/03/Desemprego-pandemia-1024x512.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/03/Desemprego-pandemia-150x150.jpgDa redaçãoEconomiaProfissionais que têm interesse em vagas temporárias podem se inscrever no processo seletivo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que dispõe de 6.500 oportunidades para trabalhar nas pesquisas que constam no calendário de divulgação mensal do órgão. Os contratos terão duração de até um ano, podendo ser...