Espalhe por ai:

Três regiões de saúde do Pará estão com totalidade ou quase totalidade de ocupação nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com covid-19. No Carajás (20 leitos de UTI) e no Rio Caetés (11 leitos de UTI), o percentual chegou a 100%. No Baixo Amazonas (10 leitos de UTI), a ocupação atingiu 90%. A informação foi confirmada na noite desta terça-feira (05), pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa).

Quanto à região de Carajás, a Sespa informou que tem como retaguarda a região do Araguaia e o Hospital de Campanha de Belém, onde os leitos de UTI estão com ocupação de 50% e 68,7% respectivamente.

Já a região do Baixo Amazonas conta com a retaguarda do Hospital Regional do Tapajós, que terá, segundo a Sespa, a ampliação de 10 leitos de UTI, aumentando, também, a oferta de leitos para a região do Tapajós.

Quanto à Região Rio Caetés, a Secretaria informou que dispõe de retaguarda por Belém e Bragança. “O Sistema de Saúde da Sespa está montado para que, em caso de lotação de uma UTI, o paciente possa ser encaminhado para a UTI mais próxima, seja por via terrestre ou aérea”, informou, em nota.

Região Metropolitana de Belém

Após a ocupação de UTI para covid-19 chegar a 96% na Região Metropolitana de Belém, a Sespa abriu, nesta terça-feira, mais 20 novos leitos desse tipo no Hospital de Campanha de Belém, no Hangar. Com isso, até 19h30, a taxa de ocupação era de 68,57%, equivalente a 48 ocupados e 22 livres de um total de 70 leitos de UTI na RMB.

Para atender os pacientes nessa região, que inclui os municípios de Ananindeua, Belém, Benevides, Marituba e Santa Bárbara, o Governo do Pará disponibiliza leitos clínicos e de UTI exclusivos para covid-19 no Hospital de Campanha de Belém, além do Hospital Ophyr Loyola e da Santa Casa de Misericórdia, também localizados na capital.

Nesta terça, após o boletim epidemiológico das 18h20, a taxa de ocupação de leitos de UTI para covid-19 no Pará era de 63,82%, com 72 disponíveis de um total de 199. A taxa de leitos clínicos para covid-19 no estado era de 38,18%, com 272 disponíveis de um total de 440.

Casos e óbitos

A Sespa confirmou, nesta terça-feira, mais 114 casos e seis óbitos que ocorreram nos últimos sete dias no estado. Em relação à subnotificação das prefeituras, foram confirmados mais 1.199 casos e seis óbitos ocorridos em dias anteriores a esses sete dias. O detalhamento está disponível em www.covid-19.pa.gov.br.

Com isso, 296.752 pessoas já testaram positivo no Pará. Desse total, 278.507 pacientes conseguiram se recuperar. Nos registros de óbitos, 7.247 vidas foram perdidas no estado em decorrência da doença. Além disso, 750 casos suspeitos seguem em análise e 44.199 casos que eram suspeitos já foram descartados desde o início da pandemia.

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/leito-respirador-coronavirus-para-1.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/leito-respirador-coronavirus-para-1-150x150.jpgDa redaçãoParáTrês regiões de saúde do Pará estão com totalidade ou quase totalidade de ocupação nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com covid-19. No Carajás (20 leitos de UTI) e no Rio Caetés (11 leitos de UTI), o percentual chegou a 100%. No Baixo Amazonas (10...