Espalhe por ai:

Dezenas de aracnídeos foram encontrados pela Receita Federal ontem, dia 2 de março, embaladas no Centro de Distribuição dos Correios de Belém. Os aracnídeos estavam declarados como chaveiros e tinham por destino o estado de São Paulo.

Durante uma fiscalização, equipes de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal suspeitou da declaração do conteúdo de uma carga, que informava que eram 300 chaveiros. Além dessa declaração, os fiscais também suspeitaram da falta de remetente e do peso incompatível da caixa.  Ao abrirem a embalagem, verificaram que, na realidade, se tratavam de aracnídeos. Ao todo, foram apreendidos 34 espécimes presos em potes de plásticos com furos de ventilação e papel umedecido.

Na carga, é possível destacar uma aranha caranguejeira e vários amblypygi, um tipo de aracnídeo que não é aranha.

As espécies serão encaminhadas ao Ibama, que decidirá o destino de cada aracnídeo de acordo com a possibilidade de reinserção à natureza.

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/03/aranhas.jpeghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/03/aranhas-150x150.jpegDa redaçãoPoliciaDezenas de aracnídeos foram encontrados pela Receita Federal ontem, dia 2 de março, embaladas no Centro de Distribuição dos Correios de Belém. Os aracnídeos estavam declarados como chaveiros e tinham por destino o estado de São Paulo. Durante uma fiscalização, equipes de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal suspeitou...