Espalhe por ai:

A Cabanagem completa 186 anos nesta quinta-feira, 7. A revolta popular também conhecida como “Guerra dos Cabanos”, ocorreu entre os anos 1835 e 1840, na antiga província do Grão-Pará, e foi motivada pela extrema pobreza e abandono político que pressionaram a região após a Independência do Brasil.

As mulheres líderes da Cabanagem serão lembradas na mesa redonda promovida pela Fundação Cultural de Belém (Fumbel) em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura (Secult), que será transmitida em live pelos canais das duas instituições no Youtube, a partir das 10h30.

A programação segue com um coletivo de movimentos sociais encenando o Auto da Cabanagem, sob a direção de Célia Maracajá com dra,aturgia de Luiz Arnaldo Campos e produção de Luciano Andrade. O espetáculo será apresentado no Memorial dos Povos e também terá transmissão on-line pela Fumbel, a partir das 19 horas.

Confira a programação

Participarão da mesa redonda “Mulheres da Cabanagem”, a geógrafa Márcia Kambeba, que é Ouvidora do Município de Belém, e a historiadora Eliana Ramos. O debate em formato de live será transmitido do Museu Histórico do Estado do Pará (MEP).

O debate vai abordar o papel de mulheres como Margarida de Jesus, uma mulher do povo que se revelou grande líder do movimento popular no interior do Pará; e Dona Bárbara, que escreveu o nome na história ao invadir um navio para tentar libertar o governador cabano, Eduardo Angelim.

Márcia é mestre em Geografia, professora convidada da Universidade do Estado do Pará (UEPA), ativista indígena, compositora, poeta, fotógrafa, atriz, palestrante e autora de três livros. Já Eliana, possui mestrado em História Social e Doutorado, ambos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), e é professora do Mestrado Profissional em Ensino de História da UFPA, no campus de Ananindeua.

Já a performance teatral é intitulada “Cabano, Coração Rebelde”, reúne 25 artistas participantes entre indígenas das etnias Kambeba Tembé e Xicariana, o Grupo de Cultura Popular da Pratinha, a Associação Indígena Multiétnica Amwk Wika Kwara, o Ponto Cultural Encantos do Sol e o Coletivo Facada Fest com a participação da banda de rock TCH.

 

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/cabanagem.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/cabanagem-150x150.jpgDa redaçãoEntretenimentoA Cabanagem completa 186 anos nesta quinta-feira, 7. A revolta popular também conhecida como 'Guerra dos Cabanos', ocorreu entre os anos 1835 e 1840, na antiga província do Grão-Pará, e foi motivada pela extrema pobreza e abandono político que pressionaram a região após a Independência do Brasil. As mulheres líderes...