Espalhe por ai:

Autoridades da Dinamarca ordenaram o abate de todos os visons em criadouros do país – uma quantidade estimada em até 17 milhões – após ter sido verificada uma mutação do novo coronavírus nos animais que já infectou 12 pessoas. De acordo com o governo dinamarquês, o caso tem potencial para ameaçar a eficácia de uma futura vacina contra a Covid-19.

Maior produtor global de visons – pequenos mamíferos usados na fabricação de casacos de pele – o país nórdico já havia abatido animais de fazendas anteriormente por causa de infecções pelo vírus, mas os surtos persistiram.

“A mutação do vírus via visons pode criar o risco da futura vacina não funcionar como deveria. É preciso abater todos os visons”, afirmou a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, em uma coletiva de imprensa, realizada na quarta-feira (6/11).

Outros casos
A Dinamarca não é o primeiro país a tomar essa medida drástica. A Holanda e a Espanha também já abateram milhares de visons por preocupações semelhantes. Em agosto, a Holanda, depois de abater dezenas de milhares de animais, resolveu banir por completo a criação para a indústria de peles, após o registro de vários focos de infecção em criadouros.

Em maio, as autoridades holandesas já tinham decidido proibir o transporte de peles de visons em todo o país, depois que dois trabalhadores de um criadouro teriam contraído o novo coronavírus por meio desses pequenos animais.

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/11/18018_12A15957964D7132-1024x683.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/11/18018_12A15957964D7132-150x150.jpgda redaçãoSaúdeDinamarca,VírusAutoridades da Dinamarca ordenaram o abate de todos os visons em criadouros do país – uma quantidade estimada em até 17 milhões – após ter sido verificada uma mutação do novo coronavírus nos animais que já infectou 12 pessoas. De acordo com o governo dinamarquês, o caso tem potencial...