Espalhe por ai:

O volante Felipe Melo, do Palmeiras, usou as redes sociais para manifestar-se contra “lacradores das redes sociais”, neste domingo. Em seu Instagram, o jogador compartilhou sua revolta com a possível “desmobilização” com a morte de um policial no Rio de Janeiro. Felipe ainda questionou: “Será que todas as vidas importam?”. O volante deixou seu carinho aos familiares do agente militar.

– Tarde de domingo, eu aqui em casa, assistindo televisão, alguns jogos, mudando de canal em canal e, para a minha surpresa, não vi nenhum comentário dos lacradores falando sobre o brutal assassinato ao PM do Rio de Janeiro – disse Felipe na postagem, que seguiu:

– Aí me vem o pensamento: Será que todas as vidas importam?Para mim, sim. Deixo aqui minha solidariedade aos familiares que perderam essa grande herói em combate. Todas as vidas importam!

Nas redes sociais, muitos torcedores concordaram com as falas do jogador do Verdão, que também é conhecido como Pitbull. Contudo, outros rebateram o volante. Algumas pessoas chegaram a comparar as, segundo estes, entradas violentas de Felipe no futebol com os dizeres dele sobre a importância à vida.

O cabo da Polícia Militar Derinaldo Cardoso dos Santos, do Rio de Janeiro, no 20° Batalhão, foi alvejado na cabeça na sexta-feira, em Mesquita, durante um assalto. O caso movimentou cariocas e policias, que pediram mais segurança aos oficias.

Em entrevista no enterro do agente, a esposa de Derinaldo reclamou da “estatística” de morte de policias. Ele deixa ainda dois filhos.

Fonte: LANCE!

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/5faadc7d2f41.jpeghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/5faadc7d2f41-150x150.jpegda redaçãoEsportesfelipe Melo,futebol,Morte,Polícia,Policial,Rio de JaneiroO volante Felipe Melo, do Palmeiras, usou as redes sociais para manifestar-se contra 'lacradores das redes sociais', neste domingo. Em seu Instagram, o jogador compartilhou sua revolta com a possível 'desmobilização' com a morte de um policial no Rio de Janeiro. Felipe ainda questionou: 'Será que todas as vidas...