Espalhe por ai:

A milenar história dos Três Reis Magos chega à era digital e continua a encantar o público como vem há séculos, mas agora, de um jeito inovador. O conto natalino será representado com uso de música, luz e gesto e exibido na fachada da Igreja de Santo Alexandre, onde também funciona o Museu de Arte Sacra, como parte de uma nova sessão do projeto “Cores, Sons e Sensações”. A iniciativa tem patrocínio da Equatorial Energia Pará, que promove a projeção de histórias tradicionais em locais históricos da capital paraense, com essa nova experiência sendo feita nesta quarta-feira, 23, com transmissão pela internet.

O paraense VJ Lobo é o artista visual por trás dessa viagem, pois já tem vasta experiência no ramo dessas projeções imersivas. Antes de projetar essa famosa história de Natal no Complexo Feliz Lusitânia, o projeto já tinha realizado projeções de videomapping no Museu do Estado do Pará, contando a história da Cabanagem em uma programação em homenagem ao movimento revolucionário, e na Basílica de Nossa Senhora de Nazaré, contando um pouco sobre o Círio no encerramento das festividades, em uma parceria com a Diretoria da Festa e com a Arquidiocese de Belém. Agora, nessa exibição de fim de ano, o VJ Lobo quis evocar sentimentos como esperança, fé e renovação, e por isso, escolheu a história que narra aquele que é o nascimento mais importante da humanidade.

“Pela simbologia que ele traz pra humanidade, escolhemos esse conto nesse trabalho por causa desse sentimento de fé, de tolerância ao outro. Nessa pandemia, onde a gente precisa ter mais sensibilidade com as perdas dos outros, o projeto vem nessa pegada de amor, renovação. Os Três Reis Magos simbolizam povos diferentes do oriente, essa união das diversas culturas, por isso, escolhemos falar deles para ilustrar a esperança no novo, no que está por vir, que é representado pelo nascimento do Menino Jesus”, explica o artista, que traz em seu trabalho as texturas das florestas e das águas para a iluminação cênica com intervenções visuais por meio da técnica de projeção, sempre com o objetivo de levar ao público as sensações do universo amazônico..

Com a experiência de Lobo nesse segmento, as apresentações do “Cores, Sons e Sensações” são especialmente dedicadas a contar histórias, sempre com uma atmosfera poética e performática. Idealizado pelo artista visual, o projeto se diferencia por atrair a atenção do público para uma proposta de exibição que provoque curiosidade e novos sentimentos de conexão com as histórias contadas. Fabrício Lobo, o VJ, coloca em cada feixe de luz, vídeo, imagens e sons um pedaço da cultura amazônica. Suas projeções de videomapping são feitas em estruturas de grandes dimensões, fachadas de edifícios e estátuas, em uma forma de produção que mescla arte e tecnologia e que vem ganhando cada vez mais adeptos no cenário mundial, já que transforma o meio físico por meio da iluminação e faz com que as pessoas prestem mais atenção no ambiente que as rodeia.

Ainda segundo Lobo, o local de exibição para esse conto natalino e cristão não foi escolhido por acaso, pois fica justamente no berço da cidade e ao lado do Forte do Presépio, que de novo chama para relembrar do nascimento de Jesus. Para ele, não haveria melhor cenário na Belém do Pará para contar a linda história daquela noite há dois mil anos na Belém da Judeia. “Ali é onde tudo começa, onde Belém nasceu, o início de tudo e um lugar aconchegante. Além disso, a Igreja é um prédio lindo, todo branco, com aquele pé-direito alto“, conta o artista, adiantando um pouco do que vai ser exibido.

“O fio condutor desse projeto é provocar sensações, com cores, com música, e por meio de performances corporais, e com um performer em cena. O diferencial é a criação de um universo de novas sensações para cada espectador”, conta o artista, que disse ainda que esse era o momento ideal para usar várias manifestações artísticas em uma única apresentação, com a qual ele espera emocionar usando a tecnologia para tocar aqueles que precisam que a esperança renasça em seus corações.

Serviço

Projeção de videomapping na Igreja de Santo Alexandre contando a história do Natal.

Dia: 23 de dezembro, às 20h.

Patrocínio: Equatorial Energia Pará e Secult

Apoio Institucional: Lei Semear, Fundação Cultural do Pará e Governo do Estado do Pará

Realização: AmpliCriativa e VJ Lobo

Será possível acompanhar ao vivo pelo Facebook da Equatorial Energia (facebook.com/equatorial.pa/) e pelo canal do YouTube da Secult (youtube.com/channel/UC-LxKf31sxznautwoaI7Zkg).

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/Foto-Lais-Teixeira-1024x512.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/Foto-Lais-Teixeira-150x150.jpgDa redaçãoEntretenimentoA milenar história dos Três Reis Magos chega à era digital e continua a encantar o público como vem há séculos, mas agora, de um jeito inovador. O conto natalino será representado com uso de música, luz e gesto e exibido na fachada da Igreja de Santo Alexandre, onde...