Espalhe por ai:

Um homem, identificado como Antonio Marcos Raimondi, de 52 anos, morreu nesta quarta-feira (3), na fila de vacinação contra a Covid-19, no Jardim Irajá, em Ribeirão Preto. A causa do mau súbito, apesar de apontar problemas no coração, ainda será investigada.

O médico trabalhava como intensivista e era especialista em cirurgia de aparelho digestivo em uma clínica de Serrana. Ele recebeu a primeira dose do imunizante no último sábado (30). Mas, na ocasião, acompanhava a esposa dele, que tomaria primeira dose.

Segundo o portal ACidade ON, o profissional da saúde estava ao lado da mulher dele quando começou a passar mal. Testemunhas relatam que Ramondi foi entrevistado, minutos antes do ocorrido, pelo jornal EPTV, rede de televisão regional afiliada à Rede Globo sediada em Campinas, e denunciado o sol quente e as longas filas formadas nos dois pontos de vacinação.

As primeiras informações, informam que o médico teria tido uma convulsão e foi atendido Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o médico foi prontamente atendido pela equipe do Samu, mas não resistiu e faleceu no local. “A pasta lamenta o fato ocorrido”, declarou.

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/02/FOTO-DIVULGA-O.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/02/FOTO-DIVULGA-O-150x150.jpgDa redaçãoBrasilUm homem, identificado como Antonio Marcos Raimondi, de 52 anos, morreu nesta quarta-feira (3), na fila de vacinação contra a Covid-19, no Jardim Irajá, em Ribeirão Preto. A causa do mau súbito, apesar de apontar problemas no coração, ainda será investigada. O médico trabalhava como intensivista e era especialista em...