Espalhe por ai:

Um tribunal na província de Jiangsu, no leste da China, decidiu a favor de um editor que descreveu a homossexualidade como um “distúrbio psicológico” em um livro didático.

De acordo com uma cópia da decisão de recurso de 9 de fevereiro, o Tribunal Intermediário do Distrito de Suyu, na cidade de Suqian, disse que a descrição resultou de “diferenças de percepção” e não foi um erro científico, mantendo uma decisão dada em setembro do ano passado.

“Fiquei sem chão, porque eles nem sequer realizaram um julgamento, apenas proferiram a sentença”, disse a autora da ação, que usa o pseudônimo de XiXi.

Em 2017, XiXi processou a Jinan University Press e uma empresa de propriedade do varejista JD.com por publicar e distribuir conteúdo cientificamente incorreto no livro de 2013 sobre educação em saúde mental para estudantes universitários.

“O material didático classifica a homossexualidade como um distúrbio psicológico, o que não é”, disse a funcionária de uma ONG de 24 anos, acrescentando que só soube da decisão de seu recurso por meio do advogado, em 22 de fevereiro.

“Estou muito desapontada, porque estamos vendo comentários que apoiam este julgamento”, lamentou.

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/03/mundo.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/03/mundo-150x150.jpgDa redaçãoInternacionalUm tribunal na província de Jiangsu, no leste da China, decidiu a favor de um editor que descreveu a homossexualidade como um 'distúrbio psicológico' em um livro didático. De acordo com uma cópia da decisão de recurso de 9 de fevereiro, o Tribunal Intermediário do Distrito de Suyu, na cidade...