Espalhe por ai:

Na manhã da última segunda-feira (25) todos os 37 idosos, com idade entre 60 e 99 anos, que vivem na Unidade de Acolhimento à Pessoa Idosa Nosso Lar Socorro Gabriel, no bairro Maracangalha, em Belém, receberam a primeira dosa da Coronavac/Instituto Buntantan.

“Técnicos da Secretaria Municipal de Saúde vieram aqui vaciná-los. Eles estavam muito ansiosos pela chegada da vacina e foi um dia de muita emoção para todos. Nenhum deles teve reação e são acompanhados pela nossa equipe médica. A vacinação ajuda a manter a saúde dos idosos e nossa esperança é pela imunização, para evitar que fiquem hospitalizados”, afirma Aline Cordeiro, gerente do espaço, que existe há 13 anos e pertence ao Governo do Estado.

Na Unidade a finalidade é restabelecer o vínculo dos idosos, que são de diversos municípios paraenses, e devolvê-los ao convívio familiar, no entanto, 90% deles não possuem ou nunca tiveram vínculo familiar e viviam em vulnerabilidade social.

No Nosso Lar Socorro Gabriel a capacidade é para 50 idosos. Porém, ainda segundo a gestora, devido ao cumprimento dos protocolos da pandemia, não está recebendo mais pessoas da terceira idade. “Por conta do risco de infecção, e em cumprimento ao protocolo não estamos abertos a novos pacientes. Estamos também com nossas atividades e visitas suspensas, porque aqui é o lar deles e precisamos garantir todos os cuidados necessários a esses idosos”, afirma Aline Cordeiro, que é pedagoga.

Além dessa Unidade, é mantido pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), o Lar da Providência, que acolhe 43 idosos.

Até o momento, o estado do Pará, que conta com 8,7 milhões de habitantes, já recebeu o total de 251,44 mil vacinas tanto da Coronavac, do laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, quanto da Oxford, AstraZeneca/Universidade de Oxford em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Ministério da Saúde, autorizou, no último dia 17, o uso delas como emergencial em todo o Brasil.

Do total de 251,44 mil vacinas, 222,24 mil são da Coronavac e 29,2 mil da Oxford. Elas começaram a chegar no Pará desde o dia 18 de janeiro deste ano. O estado já recebeu três lotes, sendo dois deles da Coronavac, com 173,24 mil e 49 mil doses, e um da Oxford, com 29,2 mil vacinas, repassadas pelo Ministério da Saúde ao Governo do Estado.

Seguindo orientação do Ministério da Saúde, esses primeiros lotes de vacina têm como prioridade para serem aplicadas nos profissionais de saúde, que atuam na linha de frente contra a covid-19, em nos idosos institucionalizados, isto é, que vivem em casas de acolhimento sob a gestão municipal e estadual

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/ascomseaster-idososabrigos-4.jpeghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/ascomseaster-idososabrigos-4-150x150.jpegDa redaçãoSaúdeNa manhã da última segunda-feira (25) todos os 37 idosos, com idade entre 60 e 99 anos, que vivem na Unidade de Acolhimento à Pessoa Idosa Nosso Lar Socorro Gabriel, no bairro Maracangalha, em Belém, receberam a primeira dosa da Coronavac/Instituto Buntantan. “Técnicos da Secretaria Municipal de Saúde vieram aqui...