Espalhe por ai:

Moradores que invadiram uma área ao lado do conjunto Finis, atrás da Unidade de Saúde da Vila Sinhá, receberam nesta quinta-feira (17) a ordem de reintegração de posse estabelecida pela Justiça, já com a ordem de desocupação imediata da área. O terreno pertencente à prefeitura de Bragança e iria abrir pelo menos 30 famílias que começavam a ergueram pequenos barracos com madeira, palhas e lonas plásticas.

Alguns moradores retiraram os materiais usados para a construção das casas, porém, grande parte das pequenas construções acabaram sendo derrubadas pelo trator usado na reintegração.

Muitos moradores afirmaram que só invadiram a área por precisar de moradia e pelo terreno estar sem utilidade para a prefeitura.
Segundo eles, muitos ali não tem condições de pagar aluguel e vivem de favor com parentes.

Procurada pela reportagem, a procuradora da prefeitura não quis comentar sobre o caso.

A falta de moradias é um dos principais problemas das grandes cidades brasileiras. Até 2018, o país tinha, pelo menos, 6,9 milhões de famílias sem casa para morar e também cerca de 6,05 milhões de imóveis desocupados há décadas. O problema aumenta com o baixo incentivo de políticas públicas nos municípios quando o assunto é habitação.

 

FONTE: Braga News

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/IMG-20201217-WA0271-1024x575.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/IMG-20201217-WA0271-150x150.jpgDa redaçãoCidadesMoradores que invadiram uma área ao lado do conjunto Finis, atrás da Unidade de Saúde da Vila Sinhá, receberam nesta quinta-feira (17) a ordem de reintegração de posse estabelecida pela Justiça, já com a ordem de desocupação imediata da área. O terreno pertencente à prefeitura de Bragança e iria...