Espalhe por ai:

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou, nesta segunda-feira (1º) que vai enviar mais oxigênio a Manaus para ajudar no novo calapso no sistema de saúde enfrentado pelo Amazonas. A informação foi divulgada em uma entrevista a um canal local, onde ele também critica o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Estamos fazendo uns acordos para enviar oxigênio permanentemente para Manaus. Um gesto de amor. A resposta que deu Bolsonaro [ao envio de oxigênio para o Brasil] foi mesquinha, de ódio”, declarou. Maduro afirmou que o presidente brasileiro “Apenas tinha que dizer ‘obrigado, muito obrigado'”, disse ele, em português.

“O Brasil deve saber que é nossa obrigação a solidariedade com a Amazônia. Somos povos irmãos e o nosso desejo é fortalecer o encontro fraterno e a cooperação mútua, que a fronteira entre o Brasil e a Venezuela seja para a paz e a solidariedade”, continuou.

Maduro explicou que o oxigênio foi enviado recentemente para o Brasil por iniciativa de trabalhadores venezuelanos, destacando que a Venezuela conta com “uma estrutura construída pela revolução bolivariana, que suportou, nos últimos dois anos, as agressões da extinta administração [norte-americana] de [Donald] Trump”.

Após o colapso na saúde do Amazonas, no último dia 17 de janeiro, o governo venezuelano enviou oxigênio a Manaus.

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/02/maduro-vene.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/02/maduro-vene-150x150.jpgDa redaçãoInternacionalO presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou, nesta segunda-feira (1º) que vai enviar mais oxigênio a Manaus para ajudar no novo calapso no sistema de saúde enfrentado pelo Amazonas. A informação foi divulgada em uma entrevista a um canal local, onde ele também critica o presidente Jair Bolsonaro (sem...