Espalhe por ai:

As ruas de Marabá, no Sudeste do Pará, e de Açailândia, no Maranhão, ganharam dois painéis de arte urbana produzidos por dez artistas finalistas da última etapa do “Arte em Cores”, projeto patrocinado pela Vale que estampou a diversidade e o potencial criativo de artistas de 15 cidades do Pará e do Maranhão. Os painéis elaborados pelo Arte em Cores podem ser vistos no site www.arteemcores.art.br.

Em Marabá, o painel coletivo intitulado “Mata Mística” deu nova cara ao Viaduto da Folha 26, na Rodovia Transamazônica. “Como não tinha experiência com arte em grande escala, aprendi muito com cada um deles e estou muito grata por toda essa troca de conhecimento”, declarou a participante Mayara Lee, artista de Marabá que pintou o painel daquela cidade junto com Denis Costa, artista de Canaã dos Carajás; e Eva Wendy, Iramar Art e Rod77, de Parauapebas.

Já em Açailândia, o muro da praça da rodoviária e as fachadas de três estabelecimentos comerciais vizinhos ganharam novas cores e sentidos com o painel. “Foi um momento ímpar, no qual todos puderam executar sua forma de pensar, traduzir, transmitir e representar sua arte”, descreveu Sidney Melo, da cidade de de Alto Alegre do Pindaré, autor da obra “Inclusão”. Outros artistas que participaram do projeto naquela cidade fizeram as próprias pinturas no painel:  Edermais, de São Pedro da Água Branca, fez a obra “Mãe”; Lea Sousa, de Açailândia, assina “Conjunto das emoções”; M. S. Graffit, de Pindaré Mirim, com “Faces”; e Reginaldo Ferreira, de Alto Alegre do Pindaré, com “Unity”.

Em etapas anteriores, o Arte em Cores atendeu os municípios paraenses de Bom Jesus do Tocantins, Marabá, Curionópolis, Parauapebas, Canaã dos Carajás, Ourilândia do Norte e Tucumã.E, no Maranhão, as cidades de Arari, Vitória do Mearim, Igarapé do Meio, Santa Inês, Pindaré-Mirim, Alto Alegre do Pindaré, Açailândia e São Pedro da Água Branca.

Em 2020, em razão da pandemia pela Covid-19, o Arte em Cores sofreu adaptações. Na fase inicial, foram escolhidas 48 propostas de trabalho dentre as 130 inscritas no edital publicado em setembro. Os artistas receberam o total de R$ 75 mil em prêmios, além do investimento em promoção de oficinas de formação, aperfeiçoamento técnico e atendimento remoto às intervenções artísticas.

Ainda, o projeto ganhou uma galeria virtual, que teve live de lançamento acessada por 67 mil pessoas. No Facebook, mais de 450 mil pessoas visualizaram o projeto e 11 mil pessoas interagiram na página. Já no Instagram, o Arte em Cores alcançou mais de 240 mil usuários e obteve sete mil acessos. A galeria virtual hospedada no site do projeto está recebendo visitas de todo o país e também do exterior.

O coordenador e curador do projeto, Gilberto Scarpa, destacou “o alto nível dos trabalhos apresentados confirmou o potencial artístico que precisava sair da invisibilidade. Encontramos artistas com diversas experiências: em arte urbana, pintura a óleo, grafite, desenho com lápis e outras técnicas relevantes”.

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/maraba.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/maraba-150x150.jpgDa redaçãoEntretenimentoAs ruas de Marabá, no Sudeste do Pará, e de Açailândia, no Maranhão, ganharam dois painéis de arte urbana produzidos por dez artistas finalistas da última etapa do “Arte em Cores”, projeto patrocinado pela Vale que estampou a diversidade e o potencial criativo de artistas de 15 cidades do...