Espalhe por ai:

Sequenciamento genético feito por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Amazonas confirmou uma variante inédita do coronavírus de origem brasileira. A mutação do vírus também foi encontrada no Japão a partir do desembarque de quatro brasileiros em Tóquio. A cepa pode ser mais contagiosa.

A comparação entre os vírus foi possível porque o sequenciamento genético foi colocado em um banco de dados internacional. Os cientistas brasileiros descobriram que as amostras eram compatíveis com o vírus presente no banco de dados do Amazonas, cujas amostras foram coletadas entre abril e novembro de 2020. “É o mesmo vírus, mas com muitas mutações”, disse o pesquisador Felipe Naveca ao portal UOL.

As mutações afetam a proteína Spike, que o vírus usa para se associar às células humanas. A nova linhagem do Sars-CoV-2 pode ter se tornado mais transmissível, a exemplo do que aconteceu no Reino Unido, o que explicaria o aumento de casos de covid-19 no Amazonas.

FONTE: Oliberal

 

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/coronavirus-Daniel-Roberts-por-Pixabay.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/coronavirus-Daniel-Roberts-por-Pixabay-150x150.jpgDa redaçãoSaúdeSequenciamento genético feito por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Amazonas confirmou uma variante inédita do coronavírus de origem brasileira. A mutação do vírus também foi encontrada no Japão a partir do desembarque de quatro brasileiros em Tóquio. A cepa pode ser mais contagiosa. A comparação entre os vírus foi...