Espalhe por ai:

Esta quarta-feira (30) é o último dia das Campanhas de Vacinação contra a Poliomielite (Paralisia Infantil) e o Sarampo. Embora a meta de vacinação do Ministério da Saúde para todos os estados brasileiros seja de, no mínimo, 95% de cobertura vacinal, o Pará chegou a 73,7% de cobertura contra a poliomielite em todos os 144 municípios. E alcançou apenas 27,7% contra o sarampo.

Segundo informa o Bruno Pinheiro, diretor de Epidemiologia da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), na campanha de combate à Poliomielite, para crianças de 1 a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), foram vacinadas 379.541 das 595.688 crianças, atingindo 73,7% de cobertura. Não há casos da doença no Brasil nem no Pará desde 2000.

A poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada por um vírus que vive no intestino, chamado poliovírus, que pode infectar crianças e adultos por meio do contato direto com fezes ou com secreções eliminadas pela boca das pessoas infectadas e provocar ou não paralisia.

Já em relação ao sarampo, com ação voltada para pessoas entre 20 e 49 anos, a meta é vacinar 3.485.894 de pessoas. Porém, alcançou apenas 931.605, isto é, 27,7%. Em 2020, há 5.375 casos confirmados da doença no Estado. Só este ano, 2020, cinco crianças, de um a cinco anos de idade, já morreram pela doença.

Em 2019 houve, no Pará, 410 casos registrados de sarampo. Com isso, o Pará segue ocupando o primeiro lugar no ranking de casos no Brasil, sendo responsável por 64,3% dos casos registrados, conforme o último Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde. A doença é causada pelo vírus do sarampo, do gênero Morbillivirus(MV), transmitido pela via respiratória, é altamente contagioso.

Todavia, Pinheiro frisa que as vacinas contra a poliomielite e o sarampo fazem parte do Calendário Vacinal às crianças e são encontradas em qualquer Unidade de Saúde do Estado, mesmo que não ocorra nova prorrogação pelo Governo Federal.

Além disso, a vacina contra o sarampo segue disponível à população em geral, e não somente às pessoas entre 20 e 49 anos, ao longo de todo o ano também nas salas de vacinação.

Vacinação em Belém

Neste último dia de campanha, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) informa que as Campanhas Nacionais de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação para crianças e adolescentes menores de 15 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias), ocorrem em 78 salas de vacina das Unidades de Saúde do Município (UMS), das 8h às 17h.

Ainda na capital paraense, Belém, até esta terça (29), foram vacinadas 26.635 crianças, o que corresponde a 33,52% da meta de 79.000 crianças. Já a campanha indiscriminada contra o sarampo, para pessoas de 20 a 49, apresenta total de vacinados de 214.952, correspondendo a 30% da meta de 695 mil pessoas.

A Sesma ressalta que as duas vacinas ofertadas nas Campanhas (Vop – vacina contra poliomielite oral e tríplice viral – vacina que protege contra sarampo, caxumba e rubéola), fazem parte do calendário básico de vacinação e podem ser também encontradas em qualquer unidade de saúde, mesmo que não haja nova prorrogação da campanha pelo Ministério da Saúde.

Para a vacinação, é obrigatório o uso de máscaras, distanciamento social, higienização das mãos e apenas um acompanhante por criança.

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/Dia-D.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/Dia-D-150x150.jpgDa redaçãoParáEsta quarta-feira (30) é o último dia das Campanhas de Vacinação contra a Poliomielite (Paralisia Infantil) e o Sarampo. Embora a meta de vacinação do Ministério da Saúde para todos os estados brasileiros seja de, no mínimo, 95% de cobertura vacinal, o Pará chegou a 73,7% de cobertura contra...