Espalhe por ai:

O governador do Pará, Helder Barbalho, encaminhou na última segunda-feira (8) um ofício ao Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, solicitando informações sobre os critérios para a distribuição de vacinas na divisão dos lotes Fundo Estratégico para o Norte do País. O governador diz que foi surpreendido pela baixa quantidade de antígenos destinados ao Estado, 315.840 doses em quatro remessas até o momento.

Segundo o governo estadual, o Pará é o Estado que recebeu, proporcionalmente, a menor quantidade de vacinas contra a covid-19 em todo o país. O Governo Federal enviou até o momento doses de vacinas suficientes para imunizar apenas 2,10% da população, o que coloca o Estado em último lugar no ranking nacional da vacinação.

No ofício enviado ao Ministério da Saúde, o governador paraense também solicita que o Estado receba uma parcela adicional de imunizantes contra a Covid-19. “A segunda onda desta pandemia, com a nova cepa do vírus, já atinge diversos municípios de nosso Estado, os quais fazem divisa com o Amazonas, inclusive já tendo sido identificada a nova variante do vírus na capital, Belém”, justifica o governador no ofício.

Os três estados que, proporcionalmente, mais receberam vacinas: 

– Roraima (8,20% da população)

– Amazonas (8,16% da população)

– Mato Grosso do Sul (4,35%da população)

Os três estados que, proporcionalmente, menos receberam vacinas: 

– Pará (2,10% da população)

– Santa Catarina (2,24% da população)

– Piauí (2,39% da população)

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/02/remessas.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/02/remessas-150x150.jpgDa redaçãoParáO governador do Pará, Helder Barbalho, encaminhou na última segunda-feira (8) um ofício ao Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, solicitando informações sobre os critérios para a distribuição de vacinas na divisão dos lotes Fundo Estratégico para o Norte do País. O governador diz que foi surpreendido pela baixa quantidade...