Espalhe por ai:

Pessoas que pegaram covid-19 são imunes ao desenvolvimento de sintomas se forem expostas novamente ao coronavírus, sugere um novo estudo.

Os pesquisadores examinaram dados de mais de 11.000 profissionais de saúde nos hospitais Newcastle, no Reino Unido.

Os funcionários foram incentivados a fazer um teste de covid-19 caso desenvolvessem quaisquer sintomas e outros foram recrutados para fazer testes de anticorpos para avaliar a prevalência da doença.

Destes, mais de 1.000 tinham anticorpos contra o coronavírus ou testaram positivo por meio de um exame de PCR entre 10 de março e 6 de julho de 2020, durante a primeira onda do vírus no Reino Unido.

Os pesquisadores focaram especificamente em quantos dos 1.038 funcionários do hospital que haviam sido infectados desenvolveram sintomas e teste positivo durante a segunda onda de outono, definida como sendo entre 7 de julho a 20 de novembro.

Apenas 128 dessas pessoas relataram desenvolver sintomas semelhantes aos do coronavírus nesta janela, mas nenhum deles testou positivo para covid-19.

Na janela da segunda onda do estudo, 2.115 pessoas no estudo que não tiveram o vírus relataram desenvolver sintomas e fizeram um exame.

Mais de uma em cada oito dessas pessoas (290) testou positivo.

Conclusão

Ao olhar para os 11.000 funcionários do hospital no total, nenhum registrou um teste positivo que já havia sido infectado.

“Concluímos que a infecção por Sars-CoV-2 parece resultar em proteção contra infecções sintomáticas em adultos em idade produtiva, pelo menos a curto prazo”, escreveram os pesquisadores em seu estudo.

A reinfecção com o coronavírus não é descartada, mas é incomum.

Estudos anteriores registraram casos em que as pessoas registraram um teste positivo após se recuperar de um primeiro ataque da doença. Também houve casos de pessoas que morreram após a reinfecção.

Mas os detalhes e especificações sobre esses casos costumam ser escassos, com especialistas debatendo quanta proteção oferece a infecção anterior.

No entanto, as pesquisas mais recentes aumentam a confiança de que as pessoas que se recuperaram da covid-19 têm pelo menos algum nível de proteção.

Mas ainda não há um veredicto claro se essas pessoas representam um risco de infecção para outras pessoas.

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/coronavirus-Gerd-Altmann-por-Pixabay.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/coronavirus-Gerd-Altmann-por-Pixabay-150x150.jpgDa redaçãoInternacionalPessoas que pegaram covid-19 são imunes ao desenvolvimento de sintomas se forem expostas novamente ao coronavírus, sugere um novo estudo. Os pesquisadores examinaram dados de mais de 11.000 profissionais de saúde nos hospitais Newcastle, no Reino Unido. Os funcionários foram incentivados a fazer um teste de covid-19 caso desenvolvessem quaisquer sintomas...