Espalhe por ai:

As instituições bancárias terão novas tecnologias no próximo ano, entre elas estão as novas funcionalidades do PIX, como o Pix Cobrança, o Saque Pix e o Pix Garantido. As novas formas de utilizar o Pix serão adotadas por fases, com o objetivo de facilitar saques em dinheiro fora dos caixas eletrônicos, além de pagamentos parcelados sem utilização de cartão de crédito, entre outras.

Para conseguir a implantação dos recursos tecnológicos, os bancos estão investindo em infraestrutura e segurança para padronizar e organizar um sistema dentro de um ambiente de comodidade e segurança para o cliente. As instituições estão priorizando mais áreas como a de Tecnologia, com o desenvolvimento de sistemas e adequação dos sistemas legados, e também a de Experiência do Usuário, para direcionar as mudanças nos canais digitais.

As novas funcionalidades do Pix vão iniciar ainda no primeiro trimestre do próximo ano. No mês de março, começará a operar o Pix Cobrança, permitindo que lojistas, varejistas e prestadores de serviços criem QR Codes impressos para receberem pagamentos. Com esse recurso, será permitido fazer cobranças com vencimentos em datas futuras, além de incluir o cálculo de juros, multas e descontos em pagamentos.

Já no segundo trimestre do próximo ano, deverá ser implementado o Saque Pix, possibilitando que o usuário faça uma transferência pelo sistema de pagamento instantâneo para um comércio e saque a quantia em dinheiro em espécie em estabelecimentos cadastrados.

Além disso, é esperado o lançamento do Pix Garantido, que permitirá que o usuário faça transações como se fossem compras parceladas. As novas funcionalidades do Pix deverão ser anunciadas de forma oficial pelo Banco Central no Fórum Pix, evento que deve acontecer em janeiro de 2021.

O Pix já permite o envio e recebimento de dinheiro em menos de 10 segundos, durante 24 horas por dia, 7 dias por semana, todos dos dias do ano. Em 2021, novas funcionalidades como o pagamento e transações entre pessoas e empresas (P2B), reduzindo o uso de dinheiro em espécie. Desde que foi implantado, em novembro deste ano, o Pix registra uma média diária de R$ 5 a R$ 6 bilhões no volume de transações.

Segundo o presidente da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), Isaac Sidney, as soluções que serão implantadas tem como objetivo reduzir os custos para o cliente, agregando ainda mais comodidade. “O setor bancário brasileiro investe anualmente cerca de R$ 24,6 bilhões em tecnologia para fazer frente às inovações e manter de pé uma estrutura que atenda a milhares de brasileiros. Os bancos brasileiros sempre funcionaram como um importante indutor em inovações no país e iremos continuar ajudando o cliente na inclusão digital que lhe permita ter acesso a serviços com maior valor agregado, mais eficiência e redução de custos”, disse.

FONTE: Folha de Pernambuco

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/pix.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/pix-150x150.jpgDa redaçãoEconomiaAs instituições bancárias terão novas tecnologias no próximo ano, entre elas estão as novas funcionalidades do PIX, como o Pix Cobrança, o Saque Pix e o Pix Garantido. As novas formas de utilizar o Pix serão adotadas por fases, com o objetivo de facilitar saques em dinheiro fora dos...