Espalhe por ai:

Nesta quinta-feira (7), equipes da Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios de Santarém e da 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil realizaram a busca no imóvel indicado como residência de  Christian Roberto da Silva, de 19 anos, mas o suspeito, mas ele não estava no local. Ele é alvo de um pedido de temporária após confessar ter matado o padre José Ronaldo Gomes de Brito, de 37 anos, durante a virada de ano em Bela Vista do Juá, em Santarém, no oeste paraense.

Foram realizadas, ainda, diligências nos endereços conhecidos de Christian e de seus familiares, mas não foi encontrado.

“Nós começamos a investigação já no domingo, dia 3, com os primeiros depoimentos. O suspeito se apresentou, acompanhado de advogado na segunda-feira, nós demos continuidade às diligências para a demonstração da realidade dos fatos e, principalmente, se as circunstâncias descritas no interrogatório seriam procedentes. Foram inquiridas mais testemunhas na tarde da segunda e ao longo da terça-feira. Por representação do Ministério Público, junto com a prisão temporária, foi deferida a busca domiciliar no imóvel indicado como residência no suspeito”, explicou a delegada Raissa Beleboni.

Investigações apontam que há a possibilidade de Christian, possivelmente com apoio de familiares, ter deixado a cidade. Por conta disso, a Polícia Civil pede a ajuda da sociedade para localizá-lo através do disque denúncia 181

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/pjimage-1.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/pjimage-1-150x150.jpgDa redaçãoDestaquesNesta quinta-feira (7), equipes da Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios de Santarém e da 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil realizaram a busca no imóvel indicado como residência de  Christian Roberto da Silva, de 19 anos, mas o suspeito, mas ele não estava no local. Ele...