Espalhe por ai:

Mesmo em meio à pandemia da covid-19, que já levou à morte milhares de pessoas no mundo e no Brasil, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ainda está mantido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC). Em todo o Brasil, são mais de 5,78 milhões de inscritos para o Enem 2020. No Pará, são 330.322 candidatos inscritos, distribuídos em 77 municípios.  A primeira prova do Exame será aplicada neste domingo (17) e a segunda no dia 24 de janeiro (versão impressa). E, devido à pandemia, dia 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital).


O Enem é composto por quatro provas objetivas, com 45 questões cada uma, além de uma redação. A nota do Enem é computada no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e usada para ingresso em universidades federais e outras instituições. Se antes da pandemia, os candidatos ao Enem já tinham que lidar e equilibrar diversas emoções, como o medo, a inseguranças, a ansiedade e outros sentimentos, para vencer a batalha para conseguir uma vaga para a graduação, agora a busca para superá-los e obter a aprovação é algo mais desafiador na vida de muitos dos estudantes.

“A ansiedade não é só um fator psicológico. Sempre é importante trabalhar no controle da respiração para ajudar na oxigenação do corpo. Na hora da prova, pode respirar fundo algumas vezes. Além disso, nesses dias que antecipam e na véspera das provas, precisa cuidar da alimentação e manter bom sono”, orienta o professor de Língua Portuguesa Carlos Monteiro, que atualmente leciona no Cursinho Pré-Vestibular Municipal de Belém (PVMB), da Prefeitura de Belém.

“Nessa reta final, estudo até três horas por dia. Me sinto preparada e motivada para fazer as provas. A ansiedade sempre existe, mas sigo as instruções dos professores sobre como me comportar antes e no dia da prova. Vou procurar relaxar e pensar que é um domingo comum, mas com importância maior”, diz a estudante Cristine Ribeiro, 18 anos, que estuda no PVMB e busca uma vaga no curso de Psicologia da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Quem também estuda lá e pleiteia uma vaga na UFPA para o curso de Enfermagem é Juan Delgado, 19 anos. “O nervosismo não deixa de me atacar, mas os professores conseguem me repassar certa calmaria, me sinto bem e creio que vou passar. Me sinto preparado com o conteúdo e psicologicamente. Tento me distrair com algo como leitura, tocar violão e assistir filmes”, conta o candidato.

Candidatos devem estar atentos às fakes news

“A principal das notícias falsas é sobre o adiamento do Enem achando que a justiça vai dar o adiamento. É importante que os candidatos se concentrem no que o Inep fala e divulga. Até agora, o Inep tem dito que nada foi feito nesse sentido”, orienta o professor Monteiro. Além disso, o docente frisa que é importante que os participantes do Enem estejam “antenados” nas medidas de biossegurança para realização da edição 2020 do Enem publicadas na página do Inep.Outro desafio que os candidatos ao Enem encaram é a circulação de fakes news (notícias falsas), principalmente nas redes sociais, podem agravar e prejudicar o estado emocional deles, como o adiamento do dia das provas.

Em nota, a Secretaria de Saúde de Belém, esclarece que apoia a realização do Enem na capital: “As decisões do município estão pautadas na ciência, com avaliação contínua de um comitê formado por especialistas da UFPA, Evandro Chagas, Sesma e Sociedade Paraense de Imunologia. Os dados atuais apontam para estabilidade da covid-19 na capital. Caso haja determinação de esferas superiores de adiamento da prova do Enem, a mesma será acatada pelo município”.

Inep adota medidas preventivas na pandemia

Segundo o Inep/MEC, em decorrência da pandemia da covid-19, o Instituto adotou um conjunto de medidas preventivas para garantir uma aplicação segura aos inscritos no Enem 2020. O Inep afirma que também foram estabelecidas regras específicas para reduzir aglomerações nos locais de prova durante a aplicação. Os portões serão abertos às 11h30 (horário de Brasília), 30 minutos antes do previsto nos editais.

“Os protocolos relacionados à covid-19 foram definidos em conjunto entre o Inep e as empresas contratadas para a aplicação do exame, com base nas principais diretrizes do MS e de outros órgãos e entidades de referência”, diz o Inep.

O instituto formalizou as diretrizes e os procedimentos de prevenção contra a covid-19 a serem empregados durante a aplicação do exame no Edital n.º 55, de 28 de julho de 2020. O Edital dispõe sobre os procedimentos e os prazos para os inscritos no Enem 2020 Digital. E no Edital n.º 54, de 28 de julho de 2020, que traz as diretrizes, os procedimentos e os prazos para os inscritos no Enem 2020 impresso.

 

Datas de cada exame:

1º dia do Enem impresso: domingo, 17/01

2º dia do Enem impresso: domingo, 24/01

1º dia do Enem digital: domingo, 31/01

2º dia do Enem digital: domingo, 7/2.

 

Gabarito das provas objetivas até três dias úteis depois das últimas provas.

Data para o candidato acessar sua prova de redação ainda não foi divulgada

Divulgação dos resultados – 29 de março (segunda)

Enem PPL (para pessoas privadas de liberdade) e reaplicação – 24 de fevereiro (quarta) e 25 de fevereiro (quinta).

 

Horários das provas:

Abertura dos portões: 11h30

Fechamento dos portões: 13h

Início das provas: 13h30

Término das provas 1º dia: 19h

Término das provas 2º dia: 18h30.

 

Protocolos sanitários

Os candidatos devem usar máscaras antes, durante e depois do exame, enquanto estiverem no local de prova. Quem se recusar a usá-la ou não possuir uma máscara não poderá entrar.

São poucos os momentos em que o candidato poderá tirar a máscara. Alguns deles são para sua identificação, na sala de aula, e para beber e ingerir alimentos durante a prova. Leve máscaras de reserva, para o caso de precisar trocar.

O Inep também pede que se respeite o distanciamento de 1,5 metro e afirma que a ocupação das salas será de aproximação das salas será de aproximadamente 50% da capacidade máxima.

Documentos

É preciso portar um documento original, válido e com foto para poder acessar as salas de aplicação do exame. Caso o candidato tenha perdido seus documentos, ele pode apresentar um boletim de ocorrência tirado no máximo 90 dias antes e que ateste a perda. Não serão aceitas cópias, mesmo autenticadas.

Cartão-resposta

O cartão-resposta, onde o candidato marca as alternativas escolhidas para cada questão, não pode ter rasuras e emendas. Além disso, é preciso usar uma caneta esferográfica preta (com o compartimento em material transparente) para marcar as respostas. Isso porque o cartão é computado por leitura óptica.

Roupas e objetos

Relógios e peças de vestuário como óculos escuros, chapéus, bonés, gorros e similares estão proibidos. Dispositivos eletrônicos, como celulares, tablets, smartwatches e similares também. Precisa desligar seu celular e outros dispositivos eletrônicos. Mesmo guardados no envelope porta-objetos disponibilizado, eles não podem tocar, sob pena de eliminação do candidato.

Revista

Quem se recusar a passar pela revista O fiscal de prova tem o direito assegurado em edital de revistar candidatos. Isso inclui a vistoria de objetos eletrônicos, lanche e peças religiosas, como a burca ou o quipá. Há também a possibilidade de se fazer uma vistoria eletrônica para detecção de metais e pontos eletrônicos.

Zerar a redação

– Não pode fugir totalmente do tema (quando o candidato faz um texto fora do recorte pedido na prova”. É diferente de tangenciar o tema;

– Escrever outro tipo de texto que não seja o dissertativo-argumentativo;

– Escrever menos de sete linhas, qualquer que seja o conteúdo;

– Desenhos, impropérios ou qualquer forma proposital de saída do tema da prova;

– Escrever o texto total ou predominantemente em idioma estrangeiro; Entregar a folha de redação em branco;

– A folha de rascunho não conta na avaliação;

– Texto ilegível, caracterizado quando dois avaliadores independentes não conseguem ler a redação.

Mais informações acesse o site do Inep.

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/igormota-enem-1.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2021/01/igormota-enem-1-150x150.jpgDa redaçãoParáMesmo em meio à pandemia da covid-19, que já levou à morte milhares de pessoas no mundo e no Brasil, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ainda está mantido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC). Em todo o...