Espalhe por ai:

 

Os primeiros americanos poderão vir a ser imunizados contra a covid-19 a partir de 11 de dezembro, disse o chefe do programa de vacina contra o novo coronavírus dos Estados Unidos. Moncef Slaoui afirmou à emissora americana CNN que o plano era “enviar vacinas para os locais de imunização dentro de 24 horas” após a vacina ser aprovada.

Os comentários ocorrem em meio a um aumento nos casos de coronavírus em todo o país, que tem mais de 12 milhões de casos e 255 mil mortes, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

Esses são os números mais altos registrados em qualquer parte do mundo. A empresa farmacêutica americana Pfizer e sua parceira BioNTech apresentaram um pedido na sexta-feira (20/11) uma autorização de emergência para aplicação de sua vacina nos Estados Unidos. A vacina, que requer duas doses, mostrou por meio de testes ser 95% eficaz. A Pfizer espera produzir até 50 milhões de doses até o final do ano. Os Estados Unidos pagaram US$ 1,95 bilhão para garantir 100 milhões de doses da vacina da Pfizer/BioNTech. Brasil ainda não tem acordo para compra da vacina da Pfizer.

 

FONTE: Uol Notícias

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/11/as-farmaceuticas-pfizer-e-biontech-fizeram-um-pedido-de-autorizacao-de-emergencia-para-sua-vacina-1606086845778_v2_450x337.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/11/as-farmaceuticas-pfizer-e-biontech-fizeram-um-pedido-de-autorizacao-de-emergencia-para-sua-vacina-1606086845778_v2_450x337-150x150.jpgDa redaçãoInternacionalcovid-19,EUA,Vacina  Os primeiros americanos poderão vir a ser imunizados contra a covid-19 a partir de 11 de dezembro, disse o chefe do programa de vacina contra o novo coronavírus dos Estados Unidos. Moncef Slaoui afirmou à emissora americana CNN que o plano era 'enviar vacinas para os locais de imunização...