Espalhe por ai:

“Esse dinheiro vai me ajudar muito neste momento. Tenho dois filhos pequenos e vou poder comprar as coisas para eles, pois já não tenho nada em casa e estou sem trabalho fixo”, disse, entusiasmada, Priscila Barbosa, moradora do bairro Área Verde, localizado em Santarém, região Oeste do Pará.

Devido a situações como essa, desencadeadas pela pandemia, é que foi planejado o investimento por meio do Programa Estadual Extraordinário de Renda, o “Renda Pará”, do Governo do Estado, com o objetivo de minimizar os impactos sofridos por quem está em situação de vulnerabilidade.

De forma inédita, está sendo realizado automaticamente o pagamento aos beneficiários do Programa Bolsa Família. A medida prioriza o bem estar da população paraense, e só foi possível devido ao equilíbrio das contas públicas alcançado pelo governo, que determinou medidas de reestruturação e ajuste fiscal, como a contenção de gastos e despesas.

O “Renda Pará” representa um acréscimo no valor de R$ 100,00, que é pago em cota única, por meio do Banco do Estado do Pará (Banpará), e liberado de acordo com o mês de nascimento de cada beneficiário. Até o dia 30 de dezembro de 2020, cerca de um milhão de famílias paraenses receberão o benefício.

“A ação planejada é um investimento para ajudar as pessoas com dificuldade, neste momento delicado que estamos vivendo, de pandemia. Cerca de 295.539 famílias já receberam o benefício por meio do Banpará. Desde o início do programa, já pagamos o montante equivalente a R$ 29.553.900,00, e continuaremos trabalhando para dar o suporte necessário às famílias do nosso Estado, em busca de mais melhorias e qualidade de vida”, ressaltou o governador Helder Barbalho.

Para obter o benefício, o favorecido deve estar com o seu CPF e inscrição no Programa Bolsa Família regular, e então consultar no site do Banpará www.banpara.b.br, e da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) www.seaster.pa.gov.br, o calendário de pagamento, que segue conforme a data de aniversário do beneficiário.

Quem for atendido pelo Bolsa Família, já está automaticamente apto para receber o “Renda Pará”, sem a necessidade de um cadastro. Aqueles que residem em municípios sem agências bancárias, deverão se dirigir a qualquer agência do Banpará, para receber o pagamento por meio de um recibo nominal. Atualmente, dos 144 municípios do estado, o Banpará está presente em 113, totalizando 128 agências em todo o território paraense.

O calendário de pagamento, que segue conforme a data de aniversário do beneficiário (Bruno Cecim)

“Trabalhamos por resultados e com a boa arrecadação que obtivemos, em meio a uma pandemia, essa foi a forma que encontramos para ajudar os que mais foram afetados, além de reafirmar o nosso compromisso com a população, que merece ter mais qualidade de vida”, disse Hana Ghassan, titular da Secretaria de Estado de Planejamento e Administração.

Segurança

O Banpará cumpre todos os protocolos de segurança sanitária para evitar a disseminação do novo Coronavírus dentro das agências, e limita o número de pessoas no interior das unidades, garantindo assim a segurança dos usuários e funcionários. Além disso, o banco oferece álcool em gel, tendas e cadeiras fora das agências, para abrigar os clientes e manter as medidas preventivas.

Informações

O Banpará também esclarece as dúvidas dos beneficiários através das redes sociais e pela Central de Atendimento, nos contatos 3004-4444 – Belém e demais municípios da Região Metropolitana, Marabá e Santarém (fixo e celular), e 0800-285-8080 para demais localidades (fixo)

FONTE: Oliberal

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/bampara.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/12/bampara-150x150.jpgDa redaçãoEconomia'Esse dinheiro vai me ajudar muito neste momento. Tenho dois filhos pequenos e vou poder comprar as coisas para eles, pois já não tenho nada em casa e estou sem trabalho fixo', disse, entusiasmada, Priscila Barbosa, moradora do bairro Área Verde, localizado em Santarém, região Oeste do Pará. Devido a...