Espalhe por ai:

Após os ataques de hackers aos computadores do Superior Tribunal de Justiça (STJ), aos órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) e ao Ministério da Saúde, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou, nesta quinta-feira (5/10), ter intensificado todos os procedimentos de segurança nos sistemas internos e externos.

O objetivo é garantir segurança para as eleições, cujo primeiro turno de votações está marcado para o próximo dia 15 de novembro.

“Em razão de ataque cibernético realizado contra o Superior Tribunal de Justiça, bem como da tentativa de ataques a outros órgãos e da proximidade do pleito eleitoral, o Tribunal Superior Eleitoral informa que foram intensificados todos os procedimentos de segurança nos sistemas internos e externos da Corte”, disse o tribunal, por meio de nota.

“É importante ressaltar que, tradicionalmente, neste período, os sistemas já passariam por reforço na segurança, com medidas preventivas e plantão de monitoramento. No entanto, em razão do cenário excepcional, houve um reforço na segurança virtual e novas providências foram adotadas”, ponderou o órgão.

Apuração

De acordo com o TSE, o sistema de votação é mais seguro que os sistemas virtuais, visto que a urna eletrônica foi projetada para funcionar de forma desconectada. E o envio de dados funciona por meio de uma rede privativa criptografada.

“Aproveitamos para lembrar que a urna eletrônica brasileira foi projetada para funcionar sem estar conectada a qualquer dispositivo de rede, seja por cabo, wi-fi ou Bluetooth. Ou seja, a urna é um equipamento isolado, o que preserva um dos requisitos básicos de segurança do sistema. Além disso, a totalização dos votos após o envio das informações pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) funciona por meio de rede privativa criptografada”, informou.

Nesta quinta-feira, a Polícia Federal instaurou um inquérito para investigar a invasão dos computadores do (STJ). As diligências iniciais já foram adotadas pelo órgão, também abrangerão as violações dos sistemas do Governo do Distrito Federal (GDF) também foram alvos de uma tentativa de ataque promovida por hackers.

Espalhe por ai:
https://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/11/urna-eletronica-1540524293769_1920x1279-1024x682.jpghttps://www.braganews.com.br/wp-content/uploads/2020/11/urna-eletronica-1540524293769_1920x1279-150x150.jpgda redaçãoBrasilHackers,Invasão,STE,STFApós os ataques de hackers aos computadores do Superior Tribunal de Justiça (STJ), aos órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) e ao Ministério da Saúde, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou, nesta quinta-feira (5/10), ter intensificado todos os procedimentos de segurança nos sistemas internos e externos. O objetivo é...